segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Pára tudo! Tive um ideia de génio... (e voltei a postar algo novo no blog)



Após ver o que a companhia aérea filipina Cebu Pacific decidiu fazer para mostrar os procedimentos de segurança tive uma ideia BRILHANTE... no mínimo...

Aliás, nem lhe posso chamar bem ideia, penso que conceito será melhor.

Sendo por demais conhecido o desconforto/medo/aversão -em casos extremos será antes pavor- que muitos sentem quando estão no avião, as companhias aéreas teriam todo o interesse em proporcionar uma melhor experiência ao viajante.
Se eu gostar de uma coisa é mais provável que a venha a repetir ou recomendar a outros, tal como fazem os empreiteiros e camionistas quando apontam as pessoas e/ou locais onde se podem passar agradáveis momentos de convívio sem demais compromisso que não o pagamento antecipado do acto previamente contratado.

Calma... não comecem já a pensar que estou a sugerir a transformação dos aviões em bordéis, até porque o pessoal do Mile High Club não ia gostar nada se de repente toda a gente pudesse fazer aquilo que tanto lhes custou conseguir...

É certo que posso estar a pensar envolver mulheres neste esquema que ainda estou a engendrar, mas as minhas ideias são puras e castas e não tencionam provocar uma escalada de depravação lá nos altos céus... até porque, pensem nisto, estando lá em cima, estariam mais perto dos olhos de Deus que para além de ver melhor ainda tinha o pessoal mais "à mão" e podia por isso castig...

Ó diacho, será que é por isso que os aviões caem? Será que existe uma quota tolerada de fornicação por avião/companhia e que se excedida pagam os justos pelos pecadores?
Isso explicava muita coisa...

Retomando o fio à meada, ou, neste caso, a rota traçada...

Imaginem uma viagem em que o "entretenimento" do viajante não passasse pelo tradicional ouvir música ou ver episódios de Lost, pedir almofada e manta para dormitar, ouvir as conversas dos vizinhos para determinar se terão uma vida melhor que a dele ou então ouvir as conversas do vizinho chato que insiste em falar com toda a gente, emborcar quantidades alarmantes de comprimidos, álcool ou um cocktail de ambos, só para aliviar o medo o enjoo o odor a suor do gordo no local ao lado...

Depois dessa imagem de terror em viagem, pensem no que seria ter espectáculos de música e dança ao vivo, danças do ventre, um pouco de striptease -quem sabe numa zona mais recatada da aeronave- enquanto as crianças estariam entretidas com palhaços, mágicos e o casting dos Morangos com Açúcar enjaulados a quem se poderiam atirar amendoins (desde que adquiridos dentro do avião) ou fazer repetir ad nauseam as suas catchphrases e imbecilidades...

Digam lá se isto não era uma viagem épica... assistir in loco a um espectáculo da Broadway a caminho de Nova Iorque... assim sobrava mais tempo para subir ao Empire State e passear de charrete pelo Central Park já que se tinha uma coisa de menos a fazer.

Era tudo lucro meus amigos!

Vou continuar a matutar nisto mas aceito desde já candidaturas a parceiro no negócio, principalmente se tiverem bastante dinheiro para investir que isto de andar com uma companhia da Broadway às costas(salvo seja) é coisa para não ficar barata...

Para já fica aqui o vídeo, e imaginem como seria ainda melhor com algumas, senão todas, das minhas ideias...

1 comentário:

Imodium-TV disse...

pensei que tinhas morrido... bom post :) põe la a ideia em movimento.